Guerra da IA entre China e Estados Unidos

IA China e Estados Unidos

Sharing is caring!

Como são as empresas de Inteligência Artificial

nos Estados Unidos e na China

Algumas pessoas já perceberam que há uma guerra da IA entre China e Estados Unidos. Quem está estudando ou trabalhando com Inteligência Artificial, vê os benefícios que a IA trás para o mercado com uma visão ainda mais clara. Nas duas ultimas décadas o governo chinês vem incentivando o mercado e injetando dinheiro no país, fomentando pesquisas na área de Inteligência Artificial e assuntos correlacionados, como IoT e Robótica. Coisa que os Estados Unidos faz há muito mais tempo, como escrevi aqui na História da IA.

Foi curioso quando ví algumas publicações se referenciando às 7 grandes empresas de IA: Google, Microsoft, Amazon, Facebook, Tencent, Alibaba e Baidu. É curioso porque as quatro primeiras são americanas e já ouvimos falar bastante delas, mas as outras três chinesas! Normalmente se imagina que as empresas dos Estados Unidos estão muito a frente na questão de tecnologias, mas dependendo da forma como os números são analisados, as empresas da China estão à frente das empresas americanas.

IA na China

Muitos estudantes chineses que fizeram doutorado em universidades de ponta como Caltech, Stanford, Harvard, MIT, voltaram para a China e abriram suas Startups. Estes empreendedores retornaram à China principalmente para aproveitar os subsídios que o governo ofereceu, tanto em questões de redução de impostos quanto de isenção de aluguéis como fomento para empresas que investiam em Inteligência Artificial. O governo inclusive construiu no bairro de Zhongguancun, em Pequim, que chamam de Vale do Silício Chinês.

Empresas como Baidu, Alibaba e Tencent são as mais fortes. Mas diversas outras startups especializadas abocanham sua fatia nesse mercado gigantesco. Gigantesco a ponto de ter mais de 700 milhões de usuários conectados à internet. O WeChat, da Tencent conseguiu unificar todos os grandes serviços diários dos chineses, desde pedir comida e contratar um massagista, até realizar pagamentos. Tudo em um único app para celular. Alibaba também tentou amplacar sua plataforma de pagamento via app, mas não teve o mesmo sucesso, mesmo tendo começado muitos anos antes da Tencent.

Mercado de trabalho na China

O cenário na China é brutal. Há uma analogia que é vivida pelos empreendedores chineses, que diz que a China é um grande Coliseu. Você entra lá para matar ou morrer! E para não morrer vale de tudo, desde copiar o produto do seu concorrente, até gerar denuncias falsas para atrasar o desenvolvimento causando a prisão de profissionais das outras empresas. Contudo, o regime de trabalho praticado lá não é dos mais humanos, com o famoso e polêmico 996, onde você entra para trabalhar as 9 da manhã, sai as 9 da noite durante 6 dias na semana. As empresas colocam uma meta para alcançar, e fazem aquilo sem procrastinar. Eles sabem que se não fizerem o trabalho, a concorrência vai fazer. Os trabalhadores das empresas se submetem a participar de reuniões em quaisquer horários e dias, e todos aparecem nas reuniões marcadas. É a cultura do trabalho na China!

O mundo acompanhou no inicio dos anos 2020 o surto de Coronavirus, que começou a espalhar pela cidade de Wuhan na China. O governo chinês viu a necessidade de construir um hospital para atender os casos suspeitos, e montou um plano de entregar o hospital com 1000 leitos em 10 dias. Eles entregaram em 9, um dia antes do planejado. Isso é um reflexo da visão da China de definir um alvo para ser atingido, e trabalhar sem piedade para alcançar esse objetivo.

Eu acompanho assuntos sobre os avanços da IA há algum tempo, e cada vez mais, aumenta minha vontade de visitar a China. Deve ser muito rico acompanhar um pouquinho dessa velocidade e forma de ver como as coisas funcionam por lá!

IA nos EUA

Da mesma forma que falei apenas sobre uma pequena parte da China, aqui para os Estados Unidos vou focar “apenas” em dois polos, o Vale do Silício e também Seattle. Repare as aspas estão no apenas, justamente porque não é pouca coisa!

Por causa dos 11 anos como Microsoft MVP, 2 como Microsoft RD e diretor do PASS por mais 2 anos, viajei à região de Seattle algumas vezes. Mas mesmo ficando focado na Microsoft, pude ver algumas outras coisas acontecendo dentro da Amazon. O investimento destas grandes empresas nas áreas de Ciência da Computação e Inteligência Artificial é incrível. Vivenciar a experiência de compra na Amazon Go é algo incrível e encantador. Veja no vídeo abaixo, uma experiência de compra lá.

O atual presidente americano, Donald Trump, assinou uma iniciativa para incentivos governamentais para a área de IA, justamente para aumentar a produção americana frente à chinesa. Há estudos dizendo que a China logo passará os EUA em questão de soluções de IA. E esses rumores fizeram os EUA investir mais nestas frentes. As universidades americanas estão investindo pesado em capacitação para que os alunos saiam e criem soluções inovadoras.

Mercado de trabalho nos Estados Unidos

Muito diferente do que se vê na China, os Estados Unidos está oferecendo cada vez mais qualidade de vida à população. Os números da economia estão incríveis e a taxa de desemprego diminuiu nos últimos anos. Porém, a saúde estrutural das empresa que se abrem no Vale do Silício é similar à nossa. Muitas empresas deixam de existir nos primeiros cinco anos de vida. O que diferencia, e pesa a balança positivamente para os Estados Unidos, é que a cultura de erro lá é aceitável, e eles realmente tentam aprender com estes erros para não cometê-los novamente.

Outro fator importante para a região são os estudos, principalmente na área de Software que envolve cerca de 35% das empresas que se instalam na região. É estimado que exista um fator de 10 vezes mais profissionais nos EUA para uma determinada função de Software do que no Brasil, e outro ponto dos EUA que diferente do que temos no aqui Brasil é a objetividade. Normalmente eles focam na entrega e no resultado que precisam entregar, e não ficam se distraindo destes caminhos. Como são mais objetivos e não criam relacionamentos “pessoais” dentro dos escritórios, não é comum que a comunicação seja cheio de floreios como acontece pela América Latina. A comunicação é bem direta, e é tudo bem!

Continue suas leituras

Para saber mais sobre essa guerra da IA entre China e Estados Unidos, recomendo a leitura do livro AI Superpowers: China, Silicon Valley, and the New World Order (em inglês), de Kai-Fu Lee.

Mas se preferir, tem a versão em português, com o nome Inteligência artificial.

Sobre Diego Nogare 306 Artigos
Diego Nogare é CDO - Chief Data Officer - na Lambda3. Também é professor em programas de pós graduação no Mackenzie e na FIAP, em São Paulo. Foi nomeado como Microsoft MVP por 11 anos seguidos, e hoje faz parte do programa Microsoft Regional Director.