CTP do SQL Azure DataSync – Agora está disponível

Fala galera, outra novidade que foi lançada no ultimo SQL PASS foi mais um CTP do DataSync. O DataSync é um feature do Azure para você poder sincronizar informações entre seu ambiente On-Premisse e Cloud, ou Cloud e Cloud

Ainda não vou mostrar as funcionalidades do DataSync, vou apenas mostrar como fazer para se cadastrar e utilizar este produto que está em CTP (Community Technology Preview). Antes de mais nada, vou entender que você já em acesso ao Azure, ok?!

image

Quando acessar o portal, vá até o item Data Sync no menu da esquerda. Ele deve estar habilitado para você.

Você deve ter o SQL Azure habilitado na sua conta para utilizar o DataSync, justamente pelo fato de ser uma funcionalidade para migrar informação de um banco de dados para outro. Se você não tiver o SQL Azure, não faz nenhum sentido utilizar o Data Sync 🙂

Quando selecionar o item no menu da esquerda, a tela centrar abrirá as opções para você se cadastrar para utilizar. Clique no primeiro botão que está habilitado, Provision Data Sync Preview Server.

image

 

 

 

 

Um wizard bem simples será aberto, onde ele mostra a EULA que você precisa aceitar para seguir com o período de avaliação da ferramenta.

imageNa tela seguinte você deve escolher qual é a subscrição do Azure que você vai utilizar para habilitar o DataSync, e por fim você escolherá qual será o datacenter que terá a funcionalidade ativada.

Com mais calma depois escrevo porque cada funcionalidade fica em um datacenter diferente…

No meu caso, escolhi minha assinatura da MSDN para ativar o DataSync e o datacenter que fica localizado no North Central dos EUA.

Vejam que já ficou habilitado o Member Databases, que é o local onde se informa quais são os servidores do SQL Azure quando estamos falando de Cloud e quais são nossos próprios servidores quando estamos falando de On-Premisses.

Em um próximo post explico como funcionam algumas das funcionalidades do Data Sync.

Compartilhe o post:
RSS
Follow by Email
Facebook
YOUTUBE
YOUTUBE
LinkedIn

Comentários

comments